Diretoria e associados num dos primeiros encontros promovidos na nova sede.

1939

SEDE PRÓPRIA - O desenvolvimento dos fatores econômicos da cidade e o consequente enriquecimento das classes de pecuaristas, comerciantes e “capitalistas” permitiram uma rápida ascensão do Jockey Club nos anos 30.

RÉVEILLON DE 1939 - Com aquisição de área, na mesma Praça Rui Barbosa, o Jockey Club teve sua sede própria, inaugurada no Réveillon de 1939. O prédio, de dois andares, projeto da firma Costa Lins & Cia., de São Paulo, com interferências do arquiteto Luiz Signorelli na fachada, traduzia para o associado, os ambientes dos clubes e mansões que tomavam conta das avindas paulistanas: lustres art-decó, cortinas de veludo, móveis entalhados, mesa de bilhar, piano de cauda, requintadas estantes para a biblioteca, sala de jogo, consoles...

Um clube completo para uma sociedade que passava a ser exigente e a conviver, periodicamente, com os Presidentes da República e os Governadores de Estados, para os quais se organizavam bailes e recepções. A fama do zebu fazia Uberaba conhecida nacionalmente e o Jockey Club era a primeira referência social da cidade. Nele, pela primeira vez, o associado dispunha de todas as dependências e conforto exigidos de um clube.